Alvaro Sasaki

Na Virada Cultural de 2013 em Maringá, nenhuma banda autoral local foi convidada para participar. Esse fato foi o ponta pé inicial para que pelo menos 25 bandas autorais se unissem na organização de uma virada alternativa, com o objetivo de mostrar ao poder público e aos cidadãos de Maringá que aqui também tem cultura. “No final daquele ano, foi decidido arrecadar fundos para a realização de um festival de bandas. Para isso, foram feitas diversas apresentações artísticas denominadas ATOS, onde o valor da entrada era revertido para um caixa”, explica André Onishi, o DX, da banda Anônimos Aduzidos.

Arrecadando cerca de R$5 mil de portaria, poucas foram as ações que culminassem na realização de um festival de bandas. Mas, após quase quatro anos o evento finalmente vai rolar! “Alguns dos músicos conseguiram reaver parte deste fundo para a realização desta primeira etapa do festival. Dizemos isso pois as bandas poderiam, por exemplo, utilizar a verba para fazer uma confraternização entre elas, mas decidiram levar esta confraternização até a população, de maneira independente e sem envolvimento de casa de shows ou iniciativas privadas, para que todos possam fruir destes trabalhos livremente”.

E no próximo domingo (16), as bandas Comsequência, Draw The Line, Força/Fé/Ataque/Resistência (F.F.A.R), Anônimos Aduzidos e o MC Ivan Marinheiro, vão animar o domingo maringaense com o 1º Festival Coletivo Maringá Independente, a partir das 15h, na Travessa Jorge Amado (ao lado do Mercadão Municipal). “Além disso, exposições de marcas independentes e outras performances artísticas ocorrerão durante o festival. Será ofertado para as bandas, palco com luz e som alugados com verba do coletivo e para o público, a gratuidade do evento”, completa DX.

Prestigie a cultura que acontece na sua cidade!

COMENTÁRIOS

LEIA TAMBÉM

POCKET

Old Skull Guz lança clipe de ‘Lovin Odissey’

Single faz parte do primeiro disco “Mutt”, de 2019.
POCKET

Artista LGBTQIA+ de Maringá lança EP inspirado na quarentena

Com quatro faixas, o projeto utiliza a bandeira LGBTQIA+ como forma de representatividade e para enfatizar a diversidade.
TV em negrito rubia divino

Rubia Divino estreia série online ‘Em Negrito’

Disponível no canal da artista no Youtube, em 'Em Negrito' exalta a sonoridade e a cultura afro-brasileira
POCKET Convite a Musica com Rubia Divino

Rubia Divino canta espetáculo ‘Negra’ no Convite à Música

Em formato de live, para se adequar às medidas de combate ao Covid-19, o show vai ser transmitido nessa sexta-feira, às 19h