Há alguns meses, o rock maringaense tem mais um canal para se comunicar na cidade. Depois de anos trabalhando em rádios locais – os últimos deles com rádio rock – a jornalista Cínthia Carla deixou os estúdios de áudio e enfrentou a câmera para produzir o Rock Minutes, canal de vídeos que traz curiosidades sobre o rock mundial e também dá espaço para bandas e artistas da Cidade Canção.

“Foi uma união de várias coisas: contatos e conhecimento que eu já tinha, com a paixão pela comunicação e pelo rock, além de poder unir trabalho e diversão”, conta Cínthia.

Segundo ela, a ideia do canal existe desde meados de 2015, mas ele acabou saindo do papel em julho de 2016. Desde então, já foram publicados cerca de 60 vídeos em três programas semanais.

“A ideia veio como sugestão do Cláudio Moreira, meu namorado e parceiro, que acaba me acompanhando em vários jobs e rolês (e que também é um apaixonado pelo rock). Fomos amadurecendo e aí surgiu o RM, com um cenário totalmente artesanal na sala de casa, uma câmera, um microfone, muita pesquisa, bons contatos e uma baita vontade de fazer o rock chegar a cada admirador do estilo”.

Talentos locais

Apesar de existirem diversos canais dedicados ao rock que têm repercussão nacional, a jornalista sentia falta de um meio de comunicação local que falasse especificamente com o público do gênero.

“Além disso, acreditamos que ainda falta divulgação para o rock, para as novas bandas, para eventos ligados à cena… Apesar de Maringá ter evoluído consideravelmente nesse sentido nos últimos anos, ainda há muito a se explorar, muita gente que pode conhecer melhor o estilo”.

No canal, bandas já consagradas do rock mundial e nacional dividem espaço com os novos talentos e, especialmente com os talentos e eventos locais. A primeira ligação do Rock Minutes com Maringá é a trilha da vinheta de abertura, que é um trecho da música Cidadão Vigilância, da banda maringaense Virga Férrea.

“(…) criamos maneiras de contar histórias, curiosidades e informações sobre o rock’n’roll, bem como falar das novidades e das bandas locais. Essas últimas são as que mais precisam de apoio e espaço. Tem muito som bom de verdade sendo feito por aqui e eu sou uma apaixonada por isso. Vejo a vontade da galera daqui em fazer a cena local acontecer e, por isso, acho bacana nos apoiarmos e darmos espaço pra que essa cena deixe de ser local e passe a ser regional, nacional, quem sabe… Além de tudo, isso tem nos trazido grandes amigos e muito CD foda pra ouvir!”, finaliza.

 

COMENTÁRIOS

LEIA TAMBÉM

POCKET

Old Skull Guz lança clipe de ‘Lovin Odissey’

Single faz parte do primeiro disco “Mutt”, de 2019.
TV em negrito rubia divino

Rubia Divino estreia série online ‘Em Negrito’

Disponível no canal da artista no Youtube, em 'Em Negrito' exalta a sonoridade e a cultura afro-brasileira
POCKET Convite a Musica com Rubia Divino

Rubia Divino canta espetáculo ‘Negra’ no Convite à Música

Em formato de live, para se adequar às medidas de combate ao Covid-19, o show vai ser transmitido nessa sexta-feira, às 19h
POCKET diego salvetti

Um passeio pelo mundo com Diego Salvetti

Músico italiano radicado no Paraná faz show de lançamento do DVD pelo projeto Convite à Música, no dia 27 de fevereiro