Fotos: Renato Domingos

No dia 26  de abril, o espetáculo “Psicose”, monólogo da atriz  Kênia Bergo,  livremente inspirado no texto “Psicose 4:48”, da dramaturga inglesa Sarah Kane, volta em cartaz para curta temporada.

A peça, que começou como cena curta, foi viabilizada pelo Prêmio Aniceto Matti, da Secretaria Municipal de Cultura, e conseguiu recursos para a montagem de um espetáculo maior.

Em novembro de 2018, “Psicose” teve sua estreia, cumprindo uma temporada de cinco apresentações com casa cheia.  Quem perdeu ou quer ver mais uma vez,  nos dias 26, 27 e 28 de abril, ele será apresentado na Arena das Artes.

A grosso modo, “Psicose 4:48”, aborda a questão da loucura e do suicídio. Em
2017, ao ter contato com o texto, Kênia Bergo decidiu montar a peça. Para isso, buscou parceiros numa rede social e encontrou Fernando Ponce, colega do curso de Artes Cênicas, da Universidade Estadual de Maringá. Ele, que tinha experiência de um estágio no Hospital Psiquiátrico de Maringá, abraçou a ideia e a direção do espetáculo.

De acordo com Kênia, a estrutura fragmentada do texto original foi o fio condutor do processo criativo, resultando em uma obra conduzida por meio da relação com a plateia.

“Nos inspiramos na estrutura do texto para mexer com o espetáculo, para que a estrutura dos dois se unissem e trouxessem um vislumbre do que é essa cabeça atordoada e fragmentada, esses momentos de consciência, de loucura, de lapsos de memória e delírio. Mexemos com todos esses momentos em cena de uma forma não linear”, explica.

Um dos objetivos é propor reflexões sobre o suicídio e a marginalização de
transtornos mentais, sem falar sobre a loucura de uma forma estereotipada,
nem romantizada. Para tanto, criaram um compilado de cenas a partir da
linguagem do teatro contemporâneo, num espetáculo em permanente
construção, inclusive do ponto de vista do cenário e figurino, que muda a cada
nova apresentação.

“Psicose”

Dias: 26, 27 e 28 de abril
Horário: 20h30
Local: Arena das Artes (Av. Dep. José Alves dos Santos, 4367, Jardim Brasil)
Ingressos: R$ 15
Dia 26 haverá roda de conversa após o espetáculo.
Público limitado a 80 pessoas
Classificação: 16 anos

Ficha técnica:
Atuação: Kênia Bergo
Direção: Fernando Ponce
Iluminação: Bárbara Bittencourt
Sonoplastia: Fernando Ponce
Cenografia: Fernando Ponce e Kênia Bergo
Arte e Identidade Visual: Kênia Bergo
Figurino: Estela Moreira
Vídeo Cenas: Erick Bolognezzi
Produção: Fernando Ponce e Kênia Bergo
Fotografias de divulgação e vídeo: Renato Domingos e Circular Cultural.
Texto: Livremente inspirado na obra de Sarah Kane, especificamente o “Psicose 4:48”.

COMENTÁRIOS

LEIA TAMBÉM

POCKET

‘Psicose 4h48’ da Cia. Stavis-Damaceno circula pelo interior do Paraná

O grupo chega a 15 cidades do interior do estado em 45 apresentações de três espetáculos
POCKET convite ao teatro

Espetáculo NA PELE está em cartaz pelo Convite ao Teatro

Peça busca retratar a comunidade LGBT+ a partir de uma perspectiva normalmente ignorada nas grandes mídias
POCKET

Peça teatral “Ficções do Interlúdio” estreia em Maringá

Com duas sessões por dia, a temporada da peça vai do dia 26 a 30 de abril no Teatro Reviver, com entrada gratuita
POCKET

Espetáculo ‘Psicose’ volta em cartaz na Arena das Artes

Reflexões sobre o suicídio e a marginalização de transtornos mentais serão os assuntos abordados nos dias 26, 27 e 28 de abril