A temporada de estreia da peça teatral “Ficções do Interlúdio”, que  acontece de 26 a 30 de abril no Teatro Reviver, terá duas sessões diárias: a primeira com início às 19h30, e a segunda às 21h30, sempre com entrada gratuita. Os ingressos poderão ser retirados uma hora de antes de cada sessão, na bilheteria do teatro.

A peça, que tem dramaturgia e atuação de Lucas Fiorindo, é dirigida por Tânia Farias (Ói Nois Aqui Traveiz, Porto Alegre-RS) e foi inspirada na obra homônima de Fernando Pessoa.

No livro “Ficções do Interlúdio”, o poeta apresenta seus principais autores fictícios. O espetáculo transpõe a figura do poeta e o esquema geral da sua criação de heterônimos projetando-os num episódio vivido por um ator que, ao investigar a origem da sua vocação, acaba por encontrar um mestre da arte e da vida.

Foto: Fábio Mascarin
Foto: Fábio Mascarin

Parte do processo de pesquisa para criação da peça teatral foi documentado no blog e página do projeto.

Viabilizado com recursos do Prêmio Aniceto Matti, da Semuc (Secretaria de Cultura de Maringá), o espetáculo integra as ações do projeto cultural “Do alto do outeiro, Caeiro vê dois mundos” que promoveu, de outubro à dezembro de 2018, inúmeras atividades formativas e culturais abertas à comunidade, como oficinas de teatro, canto, caracterização cênica e um ciclo de cinema.

Ficções do Interlúdio – Temporada de estreia

Datas: 26, 27, 28, 29 e 30 de abril de 2019
Horários: 1ª sessão às 19h30 / 2ª sessão às 21h30
Local: Teatro Reviver (Praça Todos os Santos, Zona 2)

Classificação indicativa: 16 anos
Duração da peça: 80 minutos
Entrada: gratuita.
Sujeita à lotação do espaço. Os ingressos podem ser retirados uma hora de antes de cada sessão, na bilheteria do teatro.

Sinopse:

Depois de um fracasso ao tentar encenar “O Fausto” de Goethe, Fernando se põe a questionar o sentido profundo de seu teatro. Nessa busca, ele passa a revisar a sua tendência vocacional para criar personalidades fictícias e, nesta tarefa, evoca três queridos e antigos ‘conhecidos inexistentes’. Nesta aura de nostalgia e fingimento, acaba por conhecer um mestre na arte e na vida.

Ficha técnica

Direção, Figurino, Máscara e Bonecos: Tânia Farias
Textos: Fernando Pessoa, Johann Wolfgang von Goethe, São Francisco de Assis e Níkos Kazantzákis
Dramaturgia e atuação: Lucas Fiorindo
Cenário: Tânia Farias e Lucas Fiorindo
Trilha sonora e musicalização: Marcel Matiazi
Maquiagem: Rebeca Menegazzo Matiazi
Assessoria de Imprensa/Mídias digitais: Cobogó Comunicação
Materiais visuais e gráficos: Lucas Fiorindo e Tânia Farias
Fotografia e vídeo: Fábio Mascarin

COMENTÁRIOS

LEIA TAMBÉM

POCKET

Formação artística nas linguagens burlesca e drag king será realizada em Maringá

As inscrições para as oficinas são gratuitas e estão abertas até o dia 20 de maio
POCKET

Expressão verbal e corporal com Street Ingá e Soul Breaking

Eventos que celebram a cultura hip hop são gratuitos e acontecem durante todo o sábado (11) em Maringá
POCKET

‘Psicose 4h48’ da Cia. Stavis-Damaceno circula pelo interior do Paraná

O grupo chega a 15 cidades do interior do estado em 45 apresentações de três espetáculos
POCKET convite ao teatro

Espetáculo NA PELE está em cartaz pelo Convite ao Teatro

Peça busca retratar a comunidade LGBT+ a partir de uma perspectiva normalmente ignorada nas grandes mídias