A artista Rubia Divino lança hoje (20) a terceira edição do projeto “Em Negrito Session”, que conta com participação da cantora e produtora musical Amanda Magalhães. O projeto fooi gravado na Galeria Soma, em Curitiba (PR), e a escolha da locação se deu pela ideia de ocupar um espaço em que poucos negros tinham acesso até pouco tempo atrás.

“Desde o princípio, quando trouxe as ideias para o projeto, o objetivo era fazer algo numa galeria de arte. Simplesmente porque nós, pessoas pretas, não nos vemos nesses espaços. Hoje temos acesso, mas nem sempre foi assim. Por isso, esse projeto é, para mim, uma forma de existir e ser presença. A ideia é ocupar o lugar que a sociedade eurocêntrica e branca disse que é pra gente não estar”, explica Rubia.

Além desse contexto, o projeto também teve como referência outros artistas negros que usaram uma galeria como pano de fundo para ser a própria obra, como Beyoncé e Jay Z no clipe de “Apeshit”, gravado no Louvre, em Paris (França). O vídeo dialoga e denuncia a história da arte. “Eles estão ali, sendo eles mesmos o espetáculo. Foi uma referência de empoderamento e força pra mim, dentro da linguagem de vídeo.”.

“Nós somos obras de arte, somos molduras que precisam ser vistas e valorizadas pelo o que fazemos e somos. Resistência com imagens, som e movimento. O Em Negrito Session é sobre isso”, reforça a cantora.

A aproximação com a artista Amanda Magalhães aconteceu pelas redes sociais, até surgir o convite de parceria com Rubia. “A pandemia alargou nossas trocas com outros artistas e tornou possível o acesso, principalmente na escuta. A Amanda não só escutou, como ficamos trocando figurinhas pelas redes, até que fiz esse convite e aqui estamos!”, comemora.

As únicas regras das três faixas gravadas para o “Em Negrito Session” eram a de que uma canção deveria ser composta por Rubia, outra por Amanda e a terceira seria escrita e trabalhada em dupla.

Assista agora ao projeto Em Negrito Session.

LIVE PÓS-LANÇAMENTO

No dia 21 de julho, a partir das 19h, as duas cantoras farão um bate-papo pelo Instagram (@rubiadivino) para contar como foi o processo de produção do material, responder perguntas e compartilhar curiosidades sobre o projeto.

SOBRE RUBIA DIVINO

A cantora  e  compositora abarca  nas escritas um  universo  diaspórico  e feminino  em  potência  do  fazer  e  ser  como  ponto  principal.  Rubia ressignifica  esse  lugar com olhos,  ouvidos, coração e as memórias do  passado  e  do  presente  na ação  da  voz  em  dosagens homeopáticas de  força, leveza e  coragem.

Sua veia musical tem como influência o pai e a avó paterna, que apresentou  o jazz, o samba e a música instrumental à artista carioca. Aos 20, começou a se apresentar em locais pequenos e festivais independentes. Desde então, vem fazendo shows pelo Brasil afora, mirando o mundo. Há 7 anos Rubia vive entre Maringá e Curitiba. Foi no Paraná que encontrou o reconhecimento na cena da música independente. Mulher, negra e periférica, une em seu trabalho música e resistência, com forte discurso contra a desigualdade social e o racismo.

Já dividiu  o  palco  com  Mulamba, Dow  Raiz, Banda  Mais  Bonita,  Di  Melo,  Lio Soares (Tuyo), Janine  Mathias, Adriano  Grineberg e  outros artistas  da  cena nacional e local.

Em 2015 gravou o EP ’(AFRO)ntamento’, propondo a releitura de obras de cantores negros consagrados, enfatizando a beleza dos cantos e sambas, bem como a luta, a força e o combate ao racismo, postura tão necessária nos dias atuais. Com o álbum “Transborda”, vai compartilhar não apenas sua voz, mas também suas próprias partes de dentro e de fora.

Siga Rubia Divino:

SOBRE AMANDA MAGALHÃES

Um dos nomes em ascensão na música contemporânea brasileira, Amanda Magalhães se destaca pela habilidade como cantora e pelo frescor e versatilidade de suas composições e arranjos.

Com influências do R&B, funk, soul e pop, seu disco de estreia, “Fragma”, apresenta composições integralmente produzidas por ela a partir do piano, instrumento que mais domina.

Amanda é filha do renomado produtor e arranjador William Magalhães, da Banda Black Rio, e neta de Oberdan Magalhães, saxofonista que fundou a BBR em 1976. Além de seu talento na música, é também atriz e participou da terceira temporada da série ‘3%’, produzida pela Netflix.

 

Ficha Técnica | Em Negrito Session

Direção técnica e de fotografia: Luigi Castel

Câmeras: Luana Godin e Luigi Castel

Técnica de luz: Taynara Siqueira

Técnico de áudio: Germano Landgraf

Edição: Luigi Castel

Colorização: Luigi Castel

Colaboração de roteiro : Bea Gerolin

Maquiagem : Marina Costa

Styling: Arara Criativa e StylebyGapp

Cabelo : Tais Soares

Produção local: Zaire

Produção Executiva : Isadora Flores

Cantoras : Rúbia Divino e Amanda Magalhães

Produção Músical: Amanda Magalhães

Mix e Master : Amanda Magalhães

Áries Arranjo,beat e synth: Erica Silva e Lilian Nakahodo

Assessoria e Mídias Sociais: Karen Gomes e Dani Giannini

COMENTÁRIOS

LEIA TAMBÉM

POCKET

Rubia Divino lança projeto musical “Em Negrito Session”, gravado em galeria de arte

Com participação de Amanda Magalhães, o vídeo reforça a importância de ocupar espaços pouco frequentados por negros
POCKET

Rubia Divino lança versão em vídeo de seu novo álbum “Transborda”

Álbum visual é um curta-metragem em três atos e faz parte da ação de lançamento do disco inédito lançado pela cantora em outubro deste ano
POCKET

Rubia Divino lança “Transborda”, seu primeiro disco de estúdio

O primeiro álbum completo de estúdio da artista nasceu a partir de um processo de investigação de sua própria ancestralidade e ...
POCKET capa-aries-rubia-divino

Rubia Divino lança ÁRIES, primeiro single do álbum ‘Transborda’

Com clipe gravado em Maringá, a música abre os caminhos para o novo álbum de estúdio da artista, que sai em outubro. Assista agora!