Os maringaenses e poetas participantes do campeonato slam Pé Vermelho,  “Bolinha Podre”, “Drika”, e “Madu”, foram os campeões  da final  do campeonato que aconteceu em outubro deste ano.  No próximo domingo (03), eles estarão em Curitiba para representar Maringá na primeira etapa do circuito Slam Paraná.

+ Circular Pocket: 7ª edição do slam Pé Vermelho acontece domingo

O campeonato de poesia falada acontece mundialmente, reunindo os considerados poetas marginais em encontros locais de livre expressão artística. Pela primeira vez o estado do Paraná realizará sua edição regional, em que irá selecionar um(a) poeta paranaense para disputar a etapa nacional. O vencedor viaja para a França no próximo ano, para o campeonato mundial.

O evento, que é gratuito e tem início às 15h,  será realizado na sede da União Paranaense dos Estudantes, localizado na Rua Presidente Carlos Cavalcanti, 1157.

Como funciona o campeonato?

Poemas:

– Os poemas podem ser de qualquer assunto ou tema e em qualquer estilo. Cada poetisa tem que apresentar poemas originais de sua autoria.
– Não é permitido o uso de auxílios visuais ou/e fantasias. A regra sobre auxílios visuais tem o intuito de manter o foco nas palavras (e na performance) e não em objetos.
– Não é permitido o uso de instrumentos musicais, música pré-gravada.
– Sampling: Os poetas podem citar palavras e letras de obras de outros autores.
– Não é permitido a repetição de poemas. Cada poema pode ser usado uma única vez durante as eliminatórias e uma vez na grande final.

Performances:

A regra dos três minutos. Todas as performances não devem ultrapassar o tempo de duração. O tempo começa a ser contado a partir do momento em que o poeta se dirige ao público.

Júri:

O Slam parte do princípio de que todo indivíduo é capaz de emitir uma opinião válida sobre arte, não necessitando de uma formação acadêmica ou técnica para isso. Dessa forma, as avaliações das poesias serão feitas pelo público presente por meio de aplausos ao final do encontro.

Slam Pé Vermelho

O Slam Pé Vermelho acontece desde fevereiro, todo terceiro domingo do mês, na Praça Renato Celidônio, em Maringá. Além do campeonato, também há espaço de microfone aberto para apresentações artísticas e uma feira de troca de livros.  Produzido pelo Coletivo Pé Vermelho, grupo de poetas e produtores culturais ligados à cena literária, já foram oito edições fixas do Slam e uma edição especial em comemoração ao aniversário da Biblioteca das Palmeiras.

SERVIÇO

Slam Paraná

Evento gratuito, aberto ao público.

Data: 03 de novembro de 2019.

Local: União Paranaense dos Estudantes (Rua Presidente Carlos Cavalcanti, 1157, Curitiba).

Horário: 15h.

COMENTÁRIOS

LEIA TAMBÉM

POCKET

Cosmic Flow: banda Mind Reverse lança novo álbum

Banda maringaense lançou novo álbum no último dia 13.
POCKET

“Bafo de Gralha”: 15º espetáculo da CiaSenhas terá apresentação gratuita em Curitiba

Espetáculo estreia dia 29 de janeiro na Alfaiataria
POCKET

Espetáculo “ATERRA” divulga data de estreia em Maringá

Promovido pelo Projeto Convite ao Teatro, o espetáculo estreia no dia 08 de novembro no Teatro Barracão.
POCKET

Primeira etapa regional de campeonato de Slam no Paraná acontece domingo em Curitiba

Dos 15 poetas selecionados para o campeonato de poesia falada, três são de Maringá