Foto: Junior Diaz

A última mas não menos esperada cypher desta primeira edição do projeto CypherLab está no ar. O rapper paulistano Slim Rimografia se juntou aos MCs selecionados Diogo Octavio Possel (Po$$el), Gabriel Henrique Silva Santos (TR), Gabriel Garcia Ferreira (GARCIA), Paulo Ricardo Aparecido Teixeira de Souza (AKAI) e Arthur Castilho (TUTU) para rimar em cima do beat da Badsista.

E por mais uma semana, o fotógrafo e videomaker Jean Furquim veio diretamente de São José dos Campos para dirigir e filmar a cypher, realizada em um dos pontos turísticos mais conhecidos da cidade, a Catedral de Maringá. Além de levar os MCs para gravarem no meio de uma feira realizada no Paço Municipal.

O vídeo termina com a crew reunida na pista do antigo aeroporto. A edição e finalização do vídeo também são assinadas por Jean, que integra a GiraMundo Filmes.

“A arte sai do controle quando feita em conjunto. Ela foge da minha concepção musical, porque são várias pessoas somando no mesmo som, então cada um consegue colocar as suas particularidades, sua forma dentro da mesma música. Eu não pensaria todas essas ideias (da cypher), mas a gente está somando bloco por bloco numa parada só, com a colaboração de várias pessoas, de lugares diferentes e gerações diferentes”, reflete Slim, sobre o valor e o resultado da convivência e experiência com os MCs, produtores e todos envolvidos no projeto.

Jean complementa a ideia de Slim dizendo que “hip hop é união e esse projeto é um bom exemplo disso”. E continua: “É um projeto importante, que veio para fortalecer a cena e fomentar a cultura em Maringá. Eu sinto que o Sul tem muito MC bom, que precisa aparecer, e talvez isso seja a oportunidade que falta.”

Mais uma vez, o sentimento de gratidão é unânime entre os cinco MCs selecionados. Todos ressaltam o aprendizado que tiveram, principalmente com Slim. “O Slim é humilde pra caralho, dá para ver que você pode ser grande no cenário e não perder a essência, e passar para os outros também”, relata TR.

O aprendizado também veio com Jean, profissional com experiência e uma grande bagagem dentro do hip hop. Para TUTU, o diretor é o responsável por “transformar o sentimento em imagem”. O músico, que acaba de lançar o EP “Efeito”, ressalta também a importância de cada um dos envolvidos no projeto.

“O tempo de vida de cada um, toda história de cada um, que soma para chegar no mesmo espaço e tempo, é transcendental, abre portais. Cada uma dessas pessoas tem sua importância para formar esse movimento”, diz TUTU.

Ainda sobre o CypherLab, AKAI faz comparação com o projeto Poetas no Topo, do Rio de Janeiro, que, produzindo cyphers, já contou com participação de nomes como Djonga, Baco Exu do Blues, BK’, Rincon, Drik Barbosa, Don L e Slim. “O CypherLab vai ser um Poetas no Topo aqui para o Sul, porque vai trazer uma visibilidade do pessoal de fora, do Rio de Janeiro, Sampa, BH. Para cena do Sul, que já é grande, esse é um projeto muito foda, para dar visibilidade”, explica.

A mixagem e masterização ficaram, mais uma vez, por conta de Jatobá, beatmaker e produtor de Cornélio Procópio, que, com deficiência visual, salienta que a ferramenta de trabalho dele são os ouvidos e não os olhos. Mais um exemplo de disciplina e superação.

Max Miranda, da Fenda Produções foi o responsável pela produção, filmagem e edição do 4º episódio do webdocumentário.

Além do webdocumentário e as cyphers produzidas, futuramente, as músicas gravadas durante o projeto também estarão nas plataformas de streaming.


Ficha Ténica | Cypher #4

Produção musical: Badsista
Letra:
Slim Rimografia
Diogo Octavio Possel (Po$$el)
Gabriel Henrique Silva Santos (TR)
Gabriel Garcia Ferreira (GARCIA)
Paulo Ricardo Aparecido Teixeira de Souza (AKAI)
Arthur Castilho (TUTU)
Captação de vozes: Estúdio Drago
Mix/Master: Jatobá
Direção/Filmagem/ Edição/Finalização: Jean Furquim (GiraMundo filmes)
Diretor artístico: Gabriel Cezalli Masson
Diretor de comunicação: Diogo Correa
Diretor de produção: Max Miranda
Fotógrafo: Junior Diaz
Produção/Styling: Cristina Tamie Hara
Auxiliar de produção: Samuel Gustavo

COMENTÁRIOS

LEIA TAMBÉM

POCKET

Plataforma digital de cultura é lançada em Maringá

O site permitirá o acesso a eventos e oficinas de variados segmentos culturais realizados em Maringá.
POCKET

Ouça o primeiro EP solo de D.X

Show de estreia será no sábado (22), na Vila Olímpica em Maringá
POCKET

ProjecT.aTo abre inscrições para oficina de “Dança intuitiva para mulheres”

A artista baiana, Inaê Moreira, ministra a oficina no dia 1º de junho
POCKET

Indexsonnora volta com clipe e novo single

Grupo de rap maringaense lança o videoclipe, “A Lista”, e conta sobre novos projetos