Apesar de muita gente ainda não a considerar como uma opção de meio de transporte, as bicicletas são, atualmente, um dos maiores símbolos da discussão sobre mobilidade urbana.

Além das vantagens de saúde, economia e meio-ambiente, a bike tem um papel fundamental na resolução de problemas que atingem praticamente todas as cidades brasileira de médio e grande porte:  o tráfego,  a mobilidade e a democratização dos espaços nas cidades.

Idealizado e produzido pela Circular Cultural, o documentário Vou de bike: Mobilidade Urbana e o Direito à Cidade em Maringá discute justamente essa questão. No filme, ciclistas e cicloativistas que disputam espaço com os carros em Maringá (PR), contam suas histórias e discutem a questão: qual é o caminho para que Maringá se torne uma referência em mobilidade urbana e democratização dos espaços públicos?

+ Circular TV: Por que vou de bike? #1 | Eduardo Simões e Elise Savi

Com 45 minutos de duração e classificação livre, o média metragem foi produzido por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura e conta com fomento cultural do ICI (Instituto Cultural Ingá) e patrocínio do BRDE (Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul). O lançamento está previsto para o final do mês de março, com sessões de exibição gratuitas e abertas ao público.

Assista ao trailer:

“Mais do que discutir sobre modais de transporte, o documentário tem o objetivo de ressaltar a importância do direito à cidade. Do acesso seguro e democrático às áreas que concentram serviços essenciais, equipamentos culturais, de lazer e convivência – que são fundamentais para o exercício da cidadania”, explica a equipe de produção.

+ Circular TV: Por que vou de bike? #2 | Marcos Beto e Thiago Botion Neri

Carros x Bikes em Maringá

Com uma população estimada de 417.010 habitantes em 2018 (IBGE), Maringá fechou o último ano com 315.352 veículos motorizados nas ruas (Detran/PR) – uma média de 3 carros para cada 4 pessoas. No mesmo ano, foram contabilizados 300 acidentes de trânsito envolvendo bicicletas, resultando em 8 mortes de ciclistas (Semob – Secretaria de Mobilidade Urbana).

+ Circular Pocket: De Bicicleta em Maringá

A falta de segurança para o ciclista no trânsito ainda é um dos principais motivos que afastam as pessoas da bicicleta.As pesquisas que fiz durante a graduação e o mestrado mostram que aproximadamente 47% das pessoas não usam a bicicleta por medo”, conta Eduardo Simões Flório, cicloativista e pesquisador, um dos entrevistados do documentário. 

“A bicicleta em si não é um meio de transporte inseguro. O que é inseguro é ela estar inserida em um meio urbano que não é favorável à ela”, constata ele.

+ Circular TV: Por que vou de bike? #3 | Lirian Lopes e Ana Paula de Oliveira

 

Estreia | Vou de Bike: mobilidade urbana e o direito à cidade em Maringá

26 de março | Terça-feira
Horário: 19h 30
Local: Travessa Jorge Amado (ao lado do Mercadão) – Centro – Maringá (PR)
Classificação: Livre
Acessibilidade: Legenda descritiva
Entrada gratuita

VÁ DE BIKE!


Ficha Técnica

um filme da Circular Cultural

Roteiro e produção: Daniela Giannini
Direção e coordenação de projeto: Felipe Halison
Produção associada: Karen Gomes
Direção de fotografia e câmeras: Renato Domingos
Filmagens aéreas: Tiago Barella
Edição e montagem: Equipe Circular Cultural
Sonorização: Gabriel Moraes
Colorização: Alvaro Sasaki

Lei Federal de Incentivo à Cultura

Patrocínio: BRDE (Banco Regional do Desenvolvimento do Extremo Sul)
Fomento à Cultura: Instituto Cultural Ingá
Realização: Circular Cultural e Secretaria Especial de Cultura/Ministério da Cidadania, Governo Federal

COMENTÁRIOS

LEIA TAMBÉM

POCKET

Festival de Cinema de Vitória abre inscrições para curta e longa metragem

Festival acontece entre 24 e 29 de setembro e produtores de Maringá podem participar
POCKET

Rumos da Lei Rouanet em 2019

O governo quer um corte no teto de projetos que cairia de 60 milhões para 10 milhões. O que de fato essa medida afeta na Lei?
POCKET

Vou de Bike nas escolas

Em nova fase de distribuição, filme vai levar discussão sobre mobilidade urbana até os estudantes
TV

Por que vou de bike? #2

Thiago Botion Neri e Marcos Beto falam sobre o compartilhamento das vias com os ciclistas